A Revolução Cognitiva do MRI
Brain & Cognition Lab: Anna C Nobre, Tamara Cristescu,
Patricia M Gough, Jöran Lepsien, Ciro Morgese,
Jill O'Reilly, Jennifer J Summerfield, Anling Rao,
Paul C J Taylor, Jonas Vibell, Pamela Walker

Departamento de Psicologia Experimental,
Universidade de Oxford, Oxford (GB)


Resumo
Nenhuma publicidade é suficiente para transmitir o impacto que as imagens por ressonância magnética (MRI - magnetic resonance imaging ) tem produzido no estudo da cognição humana. Ela está, simplesmente, revolucionando a psicologia. Após anos de reflexão e de tentativas ardilosas de se medir seus mecanismos, o estudioso pode finalmente perscrutar a caixa preta e observá-la trabalhando dentro de um ser humano. E o que o estudioso pode ver? Como esta nova imagem pode ajudá-lo a compreender a natureza da mente? Estas questões são difíceis, mas nós faremos nosso melhor para esboçar algumas respostas abaixo. Parte do estusiasmo atual é que as respostas continuam mudando. Os avanços na metodologia MRI são inexoráveis.



 



 

 


#3 2004
A Mente-Humana
Iván Izquierdo.
A Mente-Humana: Abordagem Neuro-psicológica.
Benito P. Damasceno.
The Cognitive MRI Revolution.
Anna Cristina Nobre et alii.
Towards an Evolutionary Theory of Sleep and Dreams.
Sidarta Ribeiro.
Epilepsia: Uma Janela para o Cérebro.
Alexandre Valotta da Silva e Esper Abrão Cavalheiro.
Brincando com a linguagem e criando sentidos, ou cognição distribuída e emergência da linguagem.
Edson Françoso; Maria Luiza Cunha Lima; Orlando Bisacchi Coelho.
Biting the apple: the challenge of Artificial Intelligence.
Yurij Castelfranchi.
Cartografando a Mente,
Leonardo Bonilha.

Números anteriores:
#2 - Arte e Ciência

#1 - O Futuro dos Recursos


Próximo número:


Quarto número:
Linguagem e ciência